[ editar artigo]

Interruptores inteligentes: necessidade, facilidade ou acessibilidade?

Interruptores inteligentes: necessidade, facilidade ou acessibilidade?

 

Recentemente comecei a pesquisar muito sobre a real necessidade das tecnologias que deixam nossa casa inteligente.

Meus avós ainda contam de quando viviam sem energia elétrica. A luz era de lamparina, um artigo que devia ser alimentado com algum líquido combustível para ter fogo e iluminar o ambiente. Assim que a luz do sol se ia, todo o trabalho de acender e cuidar das lamparinas começava. Realmente não existia necessidade de algo diferente.

Porém, a tecnologia surge para trazer facilidade, e quem não gosta disso? Em um mundo onde o maior recurso existente é o tempo, tudo o que aumente nosso proveito desse bem tão precioso, é com certeza válido.

O mundo evoluiu, e hoje com um simples toque, temos luz! E isso continua evoluindo! Agora com interruptores inteligentes, não precisamos nem de toque, dá para acender, apagar e controlar a intensidade ou a tonalidade da iluminação, pelo celular ou por comando de voz.

 A primeira vista essa tecnologia pode parecer um pouco desnecessária, já que apertar o botão do interruptor parece tarefa fácil. Mas esse item me fez pensar o quanto podemos evoluir não só em facilidade, mas também em acessibilidade.

Quando construí minha casa, medimos todos os interruptores para ficar mais fácil para eu acender com o ombro, já que eu não tenho as mãos. Tudo foi sempre pensado para ser mais acessível.

Agora com interruptores inteligentes, imaginem a facilidade para pessoas com deficiência, que podem fazer esse simples ato com comando de voz, pelo aplicativo e de qualquer lugar?

Acredito que muito além de necessidade, ou facilidade, os itens smart fazem completa diferença quando se fala em acessibilidade. O que você acha?

Comunidade Casa Inteligente
Dani Amaral
Dani Amaral Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você